Era uma vez um guarda-chuva....


O guarda chuva é algo mágico, que serve para muito mais que nos proteger da chuva(...)


Seja num desenho, na ficção ou num terreno fértil de criatividade, o guarda-chuva guarda além da chuva, os nossos segredos e mistérios tantos, que cabem perfeitamente embaixo dele.


Você conta seus segredos para qualquer um?


Você abriga qualquer um sob seu guarda-chuva?


Bem Vindos ao My Umbrella...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Postado no orkut em...?

Esse
é um poema de amor
assim de amor mesmo.

O meu é um amor sutil
que vive entre uma palavra e outra
um olhar e outro, entre as entrelinhas de nossas falas.

E ao mesmo tempo é um amor escancarado
daqueles que Meu Deus, está na cara
e a pessoa amada e mesmo a que ama não percebem.

É um amor assim, livre de preconceitos e julgamentos
e rodiado por meias palavras, brincadeiras.
Sem confissões
sem declarações.
sem regras, porque não é como o amor dos outros.

Essa minha paixão contida
vai se alimentando de sorrisos e sinais
e crescendo e se apagando a cada dia,
por causa das incertezas, dos porquês, dos serás.

É um amor escondido,
mas forte
é um misto de docilidade e inocência
ele me aquece o coração, mas dum jeitinho delicado.

O que dizer de um amor
que quando se sente, é de verdade
mas não acontece deveras?



(Risos) "Tudo na vida tem sentido, sentido tem, pra quem sentido tem."

1 comentários:

Bruna Landim disse...

rsrs..
que fofinho esse poema!
que bom que voltou a postar... isso é bacana....um grande abraço...